Escritório investe no cuidado com a saúde mental de seus colaboradores

t

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

As alterações na rotina de muitos profissionais e empresas foram grandes e repentinas. Essa nova realidade traz à tona diferentes preocupações, inclusive sobre a saúde mental durante o novo coronavírus.

Apesar desse tema já ser entendido como um aspecto relevante no ambiente de trabalho, pouco ainda é efetivamente feito. A saúde mental nas organizações ainda é vista como um tabu. Uma pesquisa feita pelo instituto britânico de saúde mental Mind, revela que 90% das pessoas que ficaram longe do trabalho devido ao estresse, não o citaram como razão de sua ausência.

Porém, o contexto da pandemia pode ser decisivo para uma mudança mais efetiva e perene nesse sentido. Afinal, ficou mais evidente a necessidade de gestores estarem mais atentos e traçarem planos que lhe permitam auxiliar na manutenção e proteção da saúde psicológica de seus colaboradores.

Foi neste contexto que o Rocha, Marinho E Sales Advogados – mais tradicional escritório da região Nordeste e Centro-Oeste, com foco em advocacia corporativa – realizou o seu primeiro trabalho com a House Of Feelings (HOF) – consultoria especializada em auxiliar empresas com os sentimentos de seus colaboradores.

O treinamento faz parte do projeto RMS Talks, que reúne os colaboradores em grandes encontros virtuais para conversas e palestras com abordagens relevantes, principalmente neste momento de crise.

tNomeado de “Gestão das Emoções como Diferencial Competitivo no Futuro”, o treinamento desenvolvido pela HOF envolveu cerca de 150 pessoas de todo o Brasil, que participaram ao vivo do momento integrativo. Após o encontro, o vídeofoi disponibilizado para todos os 900 colaboradores do escritório, juntamente com o material abordado durante a conversa.

Através de um questionário, descobrimos que tratar das emoções era um dos temas mais requisitados pela equipe. Sempre nos preocupamos com a saúde emocional dos colaboradores, mas foi a primeira vez que organizamos algo maior para falar diretamente sobre emoções em um momento tão difícil para o mundo em geral. O encontro com a HOF superou todas as nossas expectativas e, não por acaso, tivemos uma taxa de 96% de favorabilidade entre os participantes” conta Bárbara Rocha, Head de Gestão do Conhecimento e Inovação do escritório.

A consultoria especializada em sentimentos auxilia Gestores de Pessoas (RH’s) a desenvolver uma estratégia mais acolhedora e humana. “Para ser emocionalmente inteligente, é preciso reconhecer o que se sente. Com isso, as tomadas de decisão são mais acertadas, o clima organizacional fica mais leve e a própria organização sai ganhando com níveis mais altos de produtividade” explica Lisia Prado, uma das fundadoras da House of Feelings e quem conduziu este trabalho.

O encontro permitiu com que cada colaborador se sentisse confortável e estimulado a falar sobre seus sentimentos e emoções. “A Lisia citou coisas que todos estavam sentindo, mas não sabiam ao certo como lidar ou reagir. Ao mesmo tempo em que abordamos assuntos mais sérios, tudo foi conduzido de maneira leve, engajada, com vídeos, trocas e boas conversas. As pessoas se sentiram realmente cuidadas, foi muito positivo para toda a equipe” completa a Head de Gestão do Conhecimento e Inovação.

t



Leia também