Campanha alerta sobre violência contra crianças e adolescentes durante pandemia

Campanha alerta sobre violência contra crianças e adolescentes durante pandemia

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

O fato de as crianças estarem em casa neste período de quarentena, com a família, não significa necessariamente, que estejam protegidas da violência. Isso porque muitas agressões e abusos acontecem dentro do ambiente familiar.

Para mobilizar a sociedade e convocá-la para o engajamento contra a violação dos direitos da crianças e adolescente a Vara de Proteção à Infância e Juventude da Comarca de Porto Velho (RO) lança a campanha “Quarentena sem violência”. A proposta da campanha é conscientizar as famílias na busca de solução de conflitos no ambiente doméstico e contribuir para que elas possam disciplinar e estabelecer limites às crianças sem o uso da violência.

O material informativo contém os números de telefones dos conselhos tutelares de cada região, incentivando para que as pessoas façam denúncias caso presencie ou saiba de algum ato de violência contra a criança ou adolescente.

Para ampliar o alcance da campanha, também haverá transmissão de conteúdo pela internet, através de lives (entradas ao vivo no instagram). A primeira live será produzida pela juíza da Vara de Proteção à Infância e Juventude da Comarca de Porto Velho, Euma Tourinho, para assistir siga o perfil da magistrada @eumatourinho, a partir das 16 horas no dia 22 de abril.

Confira a programação das lives:

22 de abril – Violação de Direitos (Aspectos gerais)

Euma Tourinho – Juíza da Vara de Proteção à Infância e Juventude

Emeriana Silva – Assistente Social da Vara de Proteção à Infância e Juventude

Acompanhe pelo perfil @eumatourinho

24 de abril – Acolhimento Institucional (Aspectos protetivos)

Viviane E. Bertola – Assistente Social da Vara de Proteção à Infância e Juventude

Landa Lemos – Psicóloga da Semasf

Acompanhe pelo perfil @vivianibertola

28 de abril – Aspectos da violência contra crianças e adolescentes (afinando olhares)

Camila Scarabel – Psicóloga da Vara de Proteção à Infância e Juventude

Edna Fernandes – Cientista social do núcleo de análises técnicas do Ministério Público do Estado de Rondônia

Acompanhe pelo perfil @camila_scarabel

Fonte: TJRO

Leia também